Quer falar com a gente?

É só nos chamar no WhatsApp ou telefone a qualquer hora!

Demais localidades
Para RJ, RS, PR, MG e NE 0800 9400 818
Belo Horizonte (31) 3515 5600
Campinas (19) 3512 9898
Goiânia (62) 3412 1515
Pernambuco (81) 3771 2345
Ribeirão Preto (16) 3514 0400
Rio Quente (64) 3512 9999
Rio de Janeiro (21) 3512 0909
Santo André (11) 3512 4830
São José do Rio Preto (17) 3512 0500
São José dos Campos (12) 3512 9808
Uberaba (34) 3325 9602
Uberlândia (34) 3221 7017
Rio quente, Postado em 13 de julho de 2021, 5 min de leitura

Animado e cheio de energia, o Carnaval baiano é conhecido internacionalmente. O clima de agitação do Carnaval de Salvador surgiu lá em 1950 e, com o tempo, a festa se tornou o feriado mais famoso do estado. Por isso, existem inúmeras curiosidades sobre o Carnaval da Bahia.

Pensando nisso, a Costa do Sauípe traz um guia completo sobre as principais curiosidades do Carnaval de Salvador para que você conheça todos os detalhes de uma das festas mais amadas do Brasil. Confira!

1. Origem do trio elétrico

O Carnaval chegou às terras brasileiras em 1884, sendo festejado com músicas clássicas de ópera e seguindo as tradições europeias. Com o tempo, a festa foi se modificando e recebendo um toque especial do povo baiano. Um dos principais precursores do Carnaval baiano é o trio elétrico, que iniciou as atividades em 1950.

Nesse ano, os amigos Osmar e Dodô decidiram personalizar um Ford 1929 recém-reformado com cores vivas e símbolos de violão. Além do veículo chamativo, os amigos criaram um sistema para amplificar o som do veículo e saíram pela cidade com músicas animadas, descendo a Ladeira da Montanha em direção à praça Castro Alves.

A modificação fez com que os foliões seguissem o carro de Dodô e Osmar. O sucesso foi tanto que, com o tempo, o passeio virou tradição no Carnaval de Salvador e evoluiu para os trio elétricos que conhecemos hoje.

2. Escolha do Rei Momo

Uma das curiosidades sobre o Carnaval da Bahia é a origem do Rei Momo. O personagem é originário das culturas romana e grega, tendo sido visto no Carnaval pela primeira vez em 1933, no Rio de Janeiro, onde o personagem foi contemplado com o título de guardião do Carnaval.

Essa tradição chegou ao Carnaval de Salvador em 1959, por meio de um concurso promovido pela rádio Excelsior. Em 1990, os direitos do concurso foram comprados pela Federação Baiana dos Clubes Carnavalescos. Atualmente, o concurso é promovido pelo Conselho Municipal de Carnaval e pela Federação Baiana de Entidades Carnavalescas.

3.Inspiração para a criação do bloco Ilê Ayê

Um dos blocos de Carnaval de Salvador mais famosos é o Ilê Ayê. Ele foi um dos primeiros blocos afro do Brasil e, com o tempo, se tornou parte das expressões culturais de Salvador.

Porém, o que poucos sabem é que o bloco iria originalmente se chamar Black Power, inspirado nos movimentos a favor da igualdade racial nos Estados Unidos. Após algumas pesquisas, o nome Ilê Aiyê foi escolhido.

A tradução literal da expressão significa “casa mundo”, mas, no universo do Ilê, ele pode ser entendido como “mundo negro” Além de animar o Carnaval, o Ilê Aiyê é mais do que um bloco, e sim um projeto social que promove diversas atividades beneficentes ao longo do ano.

curiosidades-sobre-o-carnaval-da-bahia-interna

4. Surgimento do Movimento dos Caboclinhos

Muito conhecido em todo o estado, o Movimento Folclórico dos Caboclinhos faz parte da folia baiana. Uma das curiosidades sobre o Carnaval da Bahia que poucos sabem é que a ideia de se fantasiar de índio no Carnaval também teve inspiração em Hollywood.

Esses blocos de Carnaval surgiram na década de 70, e a principal inspiração foi a estética dos índios nos filmes de caubói da época, no qual os personagens indígenas estavam presentes na maioria das produções.

Um dos blocos de Carnaval mais conhecidos do movimento é o Apaches do Tororó, nome de um povo nativo americano, residente no sudoeste dos Estados Unidos.

5. A participação feminina do Bloco Coruja

Fundado em 1963 por membros de outros trios elétricos, o Bloco Coruja é um dos mais famosos e antigos do Carnaval baiano. Ele ficou conhecido por desfilar com fantasias e muralhas, posteriormente com abadás. Uma das curiosidades do Carnaval da Bahia é o fato de que a participação de mulheres do trio elétrico era vetada até 1996.

Porém, foi só em 2002 que o bloco teve uma participação feminina, recebendo Ivete Sangalo, que até os dias atuais segue firme nas apresentações do Bloco Coruja. Com o tempo, o bloco foi se destacando pela apresentação de inúmeros cantores e artistas famosos em seu trio elétrico.

6. Início do uso de abadás

O uso de abadás foi implementado em 1993 pelo designer Pedrinho da Rocha. A intenção era personalizar a experiência e diferenciar os integrantes de cada bloco carnavalesco. Com o tempo, os foliões decidiram personalizar os abadás com bordados, estampas e outros elementos.

Em 2017, Pedrinho da Rocha decidiu inovar e sugeriu que os foliões usassem quimonos no lugar do clássico abadá. Porém, essa sugestão parece não ter sido aceita pelos visitantes de Salvador, que optaram pelo clássico modelo da década de 90.

Conheça as belezas do litoral baiano

A Bahia é um estado recheado de riquezas culturais e paisagens deslumbrantes. É o destino perfeito para quem deseja viver experiências inesquecíveis! Localizada a 76 km de Salvador, a Costa do Sauípe oferece fácil acesso às mais belas praias do litoral norte baiano.

Além disso, os hóspedes têm a possibilidade de provar o melhor da culinária baiana e conhecerem mais sobre a cultura do estado. Para aproveitar o que a Bahia tem de melhor em um só lugar, confira nossas opções de hospedagem e faça já sua reserva!

 

Compartilhe nas redes sociais

Confira nossos pacotes promocionais e aproveite o melhor do Litoral baiano pelo menor preço

Confira